2 de setembro de 2019, às 16:47

NAT Instituto Aprecia abrem inscrições para 120 vagas em cursos para mulheres no Santos Dumont


Foto: Pritty Reis


Inscrições acontecem nesta terça (03), no Ginásio de Esportes Gerivaldo Garcia, com 35% das vagas para mulheres negras, trans, com deficiência, egressas e apenadas

Nesta terça-feira (03), a partir das 8h, o Núcleo de Apoio ao Trabalho da secretaria de Estado da Inclusão Social (NAT/Seit) realiza inscrições para cursos gratuitos e exclusivos para mulheres. Serão ofertadas, inicialmente, 120 vagas e cadastro de reserva para os cursos de Empreendedorismo, Turismo e Hospitalidade, Vendas e Atendimento, e Recepcionista. Os cursos são fruto da parceria firmada entre o NAT/Seit, o Instituto Aprecia e, desta vez, também a secretaria de Estado da Educação, Esporte e Cultura (Seduc), que disponibilizará o Ginásio de Esportes Gerivaldo Garcia, no Bairro Santos Dumont, onde acontecerão as inscrições.

As aulas já se iniciam na próxima segunda-feira (09), no mesmo local da inscrição. Podem participar mulheres serão destinadas a mulheres a partir dos 16 anos. Das 120 vagas disponíveis, 35% serão reservadas por sistema de cotas, sendo: 5% das vagas para mulheres trans, 5% para apenadas ou egressas do sistema prisional, 5% para mulheres com deficiência e 20% para mulheres negras.

Segundo a referência técnica de Políticas para Mulheres da Diretoria de Direitos Humanos da Seit, Linei Pereira, as possibilidades de acesso à educação e ao mercado de trabalho sempre são necessárias para o público feminino, considerando que a igualdade de oportunidades ainda não é uma realidade no Brasil. “É um dever nosso, portanto, enquanto governo do Estado, ter um olhar específico para a mulher, principalmente para as mulheres em situação de vulnerabilidade. Por isso esses cursos têm nelas o seu público prioritário”, destacou.

Serão seis turmas no total, com 20 vagas para cada, divididas em duas turmas (manhã e tarde). Cada curso terá carga horária de 120 horas/aula, durante todos os dias da semana e duração média de três horas por aula. As turmas têm previsão de cumprimento da carga horária em cerca de 90 dias. As estudantes participarão de aulas de informática, palestras e visitas acadêmicas às empresas, segundo informa a coordenadora tecnopedagógica do Instituto Aprecia, Sandra Teodoro. “A qualificação será com instrutores capacitados, material didático e emissão de certificado. E nós já estamos tentando garantir empregabilidade para elas, em parceria com empresas, para fazer um treinamento e inseri-las no mercado de trabalho, através do NAT”, afirma.

Além de capacitar as participantes para as vagas existentes no mercado, os cursos servirão ainda para complementar o seu currículo. De acordo com o coordenador do NAT, Gilton Andrade, é um trabalho intersetorial, que inclui projetos de toda a Seit. “Fazemos parte nós, do Trabalho e Renda, por promover a profissionalização; e a diretoria de Direitos Humanos, por promover políticas públicas para as mulheres e disponibilizar a estrutura do Ginásio para que os cursos sejam realizados, em parceria com o Instituto Aprecia”, disse.

Atualizado: